“Só a água fala nos buracos” com TEAS 13

só a água fala nos buracos

Uma poética do corpo em que o homem, esse ser em construção nostálgico e esperançoso, se debate consigo próprio, com a sua natureza e a força das circunstâncias. Os textos, na sua maioria poemas, encontram-se ao longo do espectáculo como estilhaços de um rebentamento, traduzidos no exercício do corpo-presença que apelam à reflexão.

Esses seres em palco são a água que fala nos buracos.

Poemas de António Aleixo, Eugénio de Andrade, Herberto Helder, Sophia de Mello Breyner Andresen e algumas passagens de Vergílio Ferreira.

 

22 e 23 de Março às 21:30h na União Desportiva e Recreativa Sambrasense
23 de Março às 14h nas Lajes
24 de Março às 15h nos Parizes

Entrada limitada ao número de lugares existentes.
Reservas através de sba.transicao@gmail.com.

Anúncios
Categories: Eventos, Notícias | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

%d bloggers like this: