Posts Tagged With: parizes

A sementeira correu bem

Num momento em que se discute as consequências e impactos na nossa vida da aplicação da nova lei das sementes, a iniciativa de São Brás em Transição deu o primeiro passo para a criação de um Círculo de Sementes em São Brás, com o objectivo de preservar a maior quantidade de variedades tradicionais e defender este legado que é uma parte da identidade da nossa terra. Em parceria com o projecto LARA, fomos até à zona serrana de São Brás semear o futuro.

1395207_599750953422979_358718904_n

O dia começou com uma visita às hortas de alguns agricultores locais que naturalmente nos transmitiram a sua capacidade de resiliência após o incêndio que assolou a zona no ano passado. Foi um momento de partilha muito interessante onde pudemos observar técnicas tradicionais de cultivo, degustar as frutas e legumes que nos surpreendiam pelo caminho e absorver o conhecimento e um pouco da experiência de vida daquelas pessoas.

Antes do almoço os participantes partilharam as suas sementes entre todos, incluindo os visitantes locais que iam aparecendo no centro de convívio de Parizes.  Também o projecto LARA nos apresentou o resultado da recolha de sementes tradicionais efectuada na zona serrana durante os últimos meses. O objectivo desta recolha é a preservação de algumas variedades tradicionais desta zona, com o intuito de criar um banco vivo de sementes e permitir que outros agricultores possam utilizá-las e multiplicá-las de forma a que não se percam.

Durante a tarde o círculo de sementes de São Brás apresentou-se à comunidade local e proporcionou uma oficina de recolha e conservação de sementes guiada pela Drica e Pepa, as dinamizadoras dos círculos de sementes a nível nacional. A oficina permitiu aos principiantes adquirirem algumas bases para desenvolverem o seu trabalho e contribuírem da melhor forma para o círculo.

1450847_599769396754468_495367714_nFoi um bonito dia de partilha em torno de um tema muito importante que passa ao lado de grande parte da sociedade. A cada ano que passa são várias as variedades que perdemos e que jamais conseguiremos recuperar, e cabe a cada um de nós agir para que este património não se perca. Esta acção não se limita apenas ao momento em que colocamos uma semente na terra mas também ao momento em que escolhemos os alimentos que comemos no nosso quotidiano.

Anúncios
Categories: Notícias | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.